Home Falsos Profetas Pastor religioso comete suicídio depois de ser acusado de estuprar um menor nos EUA mais de cem vezes

Pastor religioso comete suicídio depois de ser acusado de estuprar um menor nos EUA mais de cem vezes

autor: Últimos Acontecimentos

Bryan Fulwider, pastor e apresentador de uma estação de rádio cristã, foi encontrado morto no último fim de semana em sua casa na Flórida (EUA), onde cometeu suicídio depois de ser acusado de estuprar repetidamente um adolescente que frequentava sua igreja, informa Orlando Sentinel.

No pastor de 59 anos, que foi libertado sob fiança desde 17 de outubro, devido um grande número de acusações, incluindo agressão sexual a um menor.

De acordo com a documentação da prisão, Fulwider estuprou o adolescente mais de cem vezes entre 2005 e 2010. O homem, que se declarou inocente, enfrentou uma possível sentença de prisão perpétua.

O dia no tribunal nunca chegará

Quando as equipes de emergência chegaram à residência do líder religioso no domingo à noite, o reverendo foi declarado morto e as análises forenses subseqüentes determinaram que se tratava de suicídio.

“O dia de Fulwider no tribunal nunca chegará porque ele sabia todas as verdades que podia contar”, escreveu a mulher que o acusou em um comunicado sem revelar sua identidade. Depois de descrever o suicídio de “covardia“, ele disse que a história não terminaria por aí, implicando que poderia haver outras vítimas, embora até o momento da morte do pastor a polícia não tivesse conhecimento de nenhuma queixa adicional.

Por sua parte, o advogado do falecido, Jacob V. Stuart, também um congregante da mesma igreja, negou todas as acusações contra seu cliente e lamentou sua partida.

Fonte: RT.

“E surgirão muitos falsos profetas, e enganarão a muitos.” Mateus 24:11

29 de outubro de 2019.

Postagens Relacionadas

Deixe um Comentário