Home Artigos O ritual de consumo de serpentes detectado na região de adoração a serpentes da China: onde o CoronaVirus se originou

O ritual de consumo de serpentes detectado na região de adoração a serpentes da China: onde o CoronaVirus se originou

autor: Últimos Acontecimentos

Enquanto os pesquisadores estão tentando identificar a fonte do vírus mortal Corona, o consenso parece estar relacionado ao consumo de animais exóticos na província de Wuhan, de onde se originou a pandemia mundial. Mas como alguns levantam a hipótese de que o culpado é o consumo de morcegos, outros agora também estão dizendo que se trata de cobras.

Até o momento, cerca de 3.000 vítimas foram infectadas pela pandemia, que já matou 80 pessoas, principalmente na China.

Deve-se notar que no sudoeste da China, onde o vírus corona se originou, as cobras eram adoradas como divindades. As serpentes costumavam ser vistas em relíquias culturais de bronze usadas para adorar e orar por uma boa colheita. 

Esse culto aos ídolos parece ter evoluído para ‘Snake Shows’, que agora se sabe ocorrerem na mesma região da qual a pandemia se originou. Agora, surgiram imagens de um ‘Snake Show’ na província de Hubei, cuja capital é Wuhan. No vídeo, as pessoas podem ser vistas reunidas em torno de um homem que consome cobras por ‘entretenimento’ (Aviso: É meio nojento)

No vídeo a seguir, o “artista” tenta encaixar a cobra em vários orifícios além da boca:

Cobras, como Nuwa, são consideradas deuses na mitologia chinesa. Nuwa, é muitas vezes referida como a “Deusa das Cobras”, porque em um mural da Dinastia Han Oriental, ela era retratada como tendo caudas semelhantes a serpentes entrelaçadas.

Outra divindade do folclore chinês é o deus “Gonggong”. Gonggong é um “deus da água” que é retratado na mitologia chinesa como tendo o corpo de uma serpente.

Sabe-se que os budistas chineses demonstram “compaixão” por cobras e outros animais com suas cerimônias de libertação de misericórdia ‘fangsheng’. Isso envolve liberar vários animais, às vezes mortais, de volta à natureza, muitas vezes com efeitos devastadores.

Fonte: Breaking Israel News.

“…e pestes…” Mateus 24:7

27 de janeiro de 2020.

Postagens Relacionadas

Deixe um Comentário