Home Arqueologia Bíblica Antigo cetro descoberto em Israel seria evidência de ‘estátuas divinas’ de tamanho natural

Antigo cetro descoberto em Israel seria evidência de ‘estátuas divinas’ de tamanho natural

autor: Últimos Acontecimentos

Um cetro de cerca 3.200 anos descoberto em uma localidade mencionada na Bíblia no sul de Israel pode ser a primeira evidência da existência de “estátuas divinas” em tamanho natural usadas em rituais, revela estudo.

Em um artigo publicado no jornal Antiquity, Yosef Garfinkel, professor de arqueologia da Universidade Hebraica de Jerusalém, escreveu sobre o cetro, feito de bronze e revestido em prata, achado no interior de um porão de um templo canaanita, no sítio arqueológico de Laquis.

O arqueólogo associou o artefato descoberto a um outro cetro encontrado na povoação de Hatzor, localizada um pouco mais a norte, bem como a uma estatueta encontrada no local de um templo cananeu em Megiddo.

Cetro de bronze descoberto em sítio arqueológico de Laquis, em Israel

Estátua banhada a ouro do deus cananeu El, de Megiddo

A pequena figura tem na sua mão um cetro, denominado por Garfinkel como uma “versão em miniatura” dos objetos descobertos em Laquis e Hatzor.

Além disso, o professor de arqueologia também observou que no cetro de Megiddo existe um padrão complexo de círculos forjados, parecido com o padrão no cetro de Laquis, escreve diário Haaretz.

Em um templo cananeu de 3.200 anos, arqueólogos encontram cetro de bronze folheado a prata, que foi provavelmente segurado por uma grande estátua de um deus.

Ao analisar as semelhanças, Garfinkel disse que o cetro de Laquis originalmente estaria colocado em uma das mãos de uma estátua de tamanho natural.

“Os cetros de Laquis, Hazor e Megiddo podem ser considerados atributos característicos do deus cananeu El, [considerado como deus criador]. O cetro era um dos atributos deste deus, um marcador de identidade e um símbolo do seu poder”, escreveu professor em artigo.

Fonte: Sputnik.

21 de junho de 2020.

Postagens Relacionadas

Deixe um Comentário