Home Guerras Rússia adverte os EUA de que poderia neutralizar seu potencial nuclear

Rússia adverte os EUA de que poderia neutralizar seu potencial nuclear

autor: Últimos Acontecimentos

O governo russo afirma que, no caso de um possível aumento do potencial nuclear dos EUA, terá que tomar decisões simétricas ou assimétricas para neutralizá-lo.

“Isso significa apenas uma coisa: se os potenciais nucleares – aqueles que limitamos juntamente com os EUA desde os tempos de (ex-presidente russo de 1964 a 1982, Leonid) Brezhnev – não estão sujeitos a limitações, então começam a aumentar. Se nossos amigos do outro lado da lagoa os aumentarem, é claro que teremos que tomar medidas simétricas ou assimétricas para neutralizar esses potenciais de alguma forma”, disse o primeiro-ministro russo Dmitri Medvedev na quinta-feira.

Além disso, ele alertou que, se não forem tomadas medidas para manter a atual ordem mundial internacional no controle de armas, isso poderá levar a uma corrida armamentista.

Essas declarações do também vice-presidente do Conselho de Segurança do país da Eurásia foram produzidas com referência ao Tratado de Redução de Armas Estratégico Russo-Americano (START III), assinado em 2010 entre os então presidentes da Rússia e dos Estados Unidos, ou seja, o mesmo Medvedev e Barack Obama, que limitam os arsenais de dois países, denunciando que, no momento, o interesse dos EUA em prolongar esse tratado não é visto.

O funcionário reiterou que duvida da possibilidade de o START III ser prorrogado devido à posição pouco construtiva de Washington, enfatizando que “para que um tratado seja eficaz, é necessário que todos os Estados signatários o cumpram” e, portanto, A Rússia gostaria que “mudasse a posição dos americanos”.

Washington retirou-se oficialmente em agosto de 2019 do Tratado de Forças Nucleares de Alcance Intermediário  (INF), assinado em 1987 entre os EUA e a agora extinta União das Repúblicas Socialistas Soviéticas (URSS). Esse pacto foi o primeiro acordo entre duas superpotências para eliminar toda uma categoria de armas nucleares, ou seja, todos os mísseis que podem ser lançados do solo com alcance entre 500 e 5500 km.

Fonte: HispanTv.

“E ouvireis de guerras e de rumores de guerras;…” Mateus 24:6

09 de julho de 2020.

Postagens Relacionadas

Deixe um Comentário