Home Arqueologia Bíblica Waqf preenche com concreto o recém-descoberto túnel do monte do Templo

Waqf preenche com concreto o recém-descoberto túnel do monte do Templo

autor: Últimos Acontecimentos

Na semana passada foi descoberta uma entrada de um complexo de túneis subterrâneos no Monte do Templo. Essa descoberta tem potencial para importantes descobertas arqueológicas conectadas ao túnel é enorme, mas na terça-feira, o Waqf (autoridade muçulmana) preencheu a entrada do túnel com concreto. 

Na semana passada, uma laje quebrada no Monte do Templo revelou um túnel de aproximadamente 60 centímetros quadrados, descendo vários metros onde parece se juntar a um túnel maior. A entrada está localizada no extremo sul do Monte do Templo, entre a Mesquita de Aqsa e o Portão Mughrabi. O Dr. Zachi Dvira, um arqueólogo israelense da Universidade Bar-Ilan, confirmou que o poço era do Período do Segundo Templo.

“Isso é da parte do Monte do Templo que Herodes acrescentou mais tarde”, disse Dvira. “Fazia parte do Complexo do Templo, embora não fosse parte do próprio Templo.”

O Dr. Dvira co-dirige o Projeto de Peneiração do Monte do Templo, que começou em 2004 para recuperar artefatos arqueológicos contidos nos destroços removidos do Monte do Templo sem os devidos cuidados arqueológicos durante a construção ilegal realizada pelo Waqf. Em 1999, aproximadamente 9.000 toneladas de solo rico em arqueologia foram removidas do Monte do Templo pelos Waqf, usando equipamento pesado de movimentação de terra e sem uma escavação de salvamento anterior ou cuidado arqueológico adequado, após trabalhos dentro e ao redor da recém-construída Mesquita El-Marwani subterrânea.

“Infelizmente, era de se esperar que o Waqf preenchesse a entrada do túnel”, disse Dvira. “A Autoridade Israelense de Antiguidades não agiu rápido o suficiente. Eles deveriam ter entrado e verificado. Isso é responsabilidade deles. Isso tem ramificações religiosas e arqueológicas.”

De acordo com fontes judaicas clássicas, a Arca da Aliança está escondida sob o Monte do Templo em uma câmara subterrânea especialmente preparada.

“Isso não destrói o túnel. Ele pode ser removido, mas está impedindo que o túnel seja pesquisado. Se o IAA o tivesse preenchido, mas não com concreto. Atualmente, Israel não está iniciando nenhuma pesquisa sobre o Monte do Templo porque isso incomodaria os muçulmanos”.

O Dr. Dvira observou que, sob o novo acordo de normalização com os Emirados Árabes Unidos, o governo israelense espera que o Monte do Templo atraia peregrinos muçulmanos de outros países.

“O governo israelense não quer prejudicar o relacionamento com outras nações muçulmanas. Pode até ser que o governo tenha encorajado o Waqf a encher o túnel para evitar a possibilidade de agitação.”

Fonte: Breaking Israel News.

01 de setembro de 2020.

Postagens Relacionadas

Deixe um Comentário