Home Israel Israel usa solução do rei Ezequias para resolver problema de abastecimento de água

Israel usa solução do rei Ezequias para resolver problema de abastecimento de água

autor: Últimos Acontecimentos

Fornecer água para a capital montanhosa de Israel tem sido problemático desde os tempos bíblicos. Israel está prestes a concluir um grande projeto para resolver este dilema e parte da solução foi a mesma usada pelo rei Ezequias; túneis através da rocha da montanha.

QUINTA LINHA DE ÁGUA DE MEKOROT, DO MEDITERRÂNEO À CIDADE SANTA

A Mekorot, a companhia de água de Israel, está prestes a concluir seu ambicioso projeto da Quinta Linha de Água para Jerusalém, que conectará a capital às usinas de dessalinização na costa do Mediterrâneo. Este foi um dos maiores projetos de infraestrutura de Israel nos últimos anos.

O oleoduto de 40 quilômetros que logo será concluído é a segunda metade do projeto. Isso permitirá à Mekorot quadruplicar seu fornecimento de água para Jerusalém, aumentando o fluxo de 414.000 metros cúbicos por dia para 1,66 milhão de metros cúbicos por dia. Também há planos de exportar água para a Jordânia. O projeto exigia perfuração de 3,5 metros de diâmetro por 13 quilômetros, o mais longo do tipo em Israel. Todo o sistema de tubulação deve ser pressurizado a 290 a 580 libras por polegada quadrada (psi) para fornecer a água. A água é empurrada do nível do mar a uma altitude de 900 metros através do túnel usando tecnologia inovadora de água de alta pressão em estações de bombeamento posicionadas a cada 200–250 m (656–820 pés) de elevação. O túnel foi necessário para minimizar o impacto ambiental do oleoduto nas colinas de Jerusalém e nas reservas naturais da área. 

A anterior “quarta linha” começou a operar em 1984, mas ondas subsequentes de “olim” (imigrantes) no início da década de 1990 deixaram claro que uma infraestrutura hídrica mais substancial era necessária para atender às demandas da crescente população. A nova linha foi concluída a um custo de 2,5 bilhões de NIS e tem como objetivo atender às necessidades de Jerusalém nos próximos 50 anos.

A nova linha foi inaugurada em 2009 e deve entrar em operação plena em agosto. 

EZEQUIAS: TÚNEIS NA ROCHA

Quase 80 por cento da água potável em Israel é água do mar dessalinizada – um dos níveis mais altos de qualquer país do mundo. Isso é essencial para a cidade moderna, já que a única fonte natural de água usada nos tempos bíblicos veio da nascente de Gihon, acima do vale do Kidron. Água fluiu da fonte ao longo do túnel de Ezequias para o tanque de Siloé. O nome hebraico da primavera é derivado do verbo que significa “jorrar”, refletindo o fluxo da primavera, que não é constante, mas intermitente, sua frequência variando com as estações do ano e a precipitação anual. Em tempos de guerra e cerco, o suprimento de água da Cidade de Davi era vulnerável, já que a nascente de Giom, no vale do Cedrom, ficava fora dos muros da cidade. Por esta razão, os outros eventos do reinado de Chizkiyahu, e todas as suas façanhas, e como ele fez a piscina e o conduto e trouxe a água para a cidade, estão registrados nos Anais dos Reis de Yehuda.

Fonte: Breaking Israel News.

11 de janeiro de 2021.

Postagens Relacionadas

Deixe um Comentário