Home Artigos Profecia de 40 anos do Rabino Kaduri: crise nos governos ao redor do mundo indica a chegada do Messias

Profecia de 40 anos do Rabino Kaduri: crise nos governos ao redor do mundo indica a chegada do Messias

por Últimos Acontecimentos
419 Visualizações

Uma mensagem enigmática transmitida por um Rabino renomado assumiu um significado poderoso, pois se tornou aparente que era uma mensagem verdadeiramente profética sobre as condições antes da redenção final.

RABINO KADURI: “ELEIÇÕES, MAS SEM GOVERNO”

Quando o Rabino Eliyahu Merav era jovem, ele começou a buscar seu caminho para servir a Deus. Essa busca o levou à corte do Rabino Yitzchak Kaduri, um rabino de Bagdá conhecido por sua devoção absoluta. Rabi Kaduri era um estudioso da Torá altamente respeitado, mas como um cabalista notável, ele era muito procurado por amuletos e bênçãos. Ele ganhou uma reputação de presciência depois de prever o terremoto e tsunami no Oceano Índico de 2004 duas semanas antes de ocorrer.

Rabino Kaduri era conhecido por sua reticência e reserva, raramente falando mais do que algumas palavras por vez, a menos que fosse uma lição de Torá.

“Rabino Kaduri falou muito pouco, então foi muito importante entender exatamente o que ele pretendia”, disse Rabino Merav ao Israel 365 News. “Um dia, ele estava respondendo a perguntas e alguém perguntou quando o Mashiach (Messias) chegaria e se havia sinais que precederiam sua chegada. O rabino respondeu: ‘Quando haverá eleições, mas não haverá governo.”

Rabino Merav observou que, na época, essa declaração era muito confusa.

“Parecia contraditório”, disse Rabi Merav. “Como poderia haver eleições sem governo? Se houver eleições, haverá um governo. É simplesmente assim que as coisas funcionam. Ninguém o entendeu na época, mas realmente é assim com a profecia; você não entende até que aconteça.”

“Por mais estranhas que as coisas estejam, percebi que era precisamente a situação que o rabino Kaduri descreveu há 40 anos”, disse o rabino Merav, observando que os israelenses acabaram de ir às urnas para a quarta eleição em menos de dois anos. “Quando um tzaddik (homem santo) fala, ele não está se referindo a um único evento ou algo que afeta uma ou apenas algumas pessoas. Rabino Kaduri estava prevendo eventos que impactariam todo o Israel e, de fato, o mundo inteiro.”

“Quando Rav Kaduri disse que haveria eleições e nenhum governo, parecia estranho, mas parecia razoável que, após um turno das eleições, nenhuma coalizão seria formada. Mas o que está acontecendo é exatamente o que ele disse; houve eleições e, mais de dois anos depois, não existe governo. Alguém poderia imaginar uma eleição após a outra sem um governo?”

PROFECIA VERDADEIRA

Rabi Merav enfatizou que essa é a experiência da profecia; no momento da profecia, quando é dada em ruach hakodesh (espírito santo ou inspiração divina), a mensagem parece improvável, mas quando realmente se concretiza, ela se manifesta de uma maneira totalmente inesperada.

“Rabi Kaduri era santo em um grau que o homem comum não consegue entender, Rabi Merav declarou. “Portanto, era impossível entendê-lo inteiramente no momento em que ele falou. Também é devido à sua sagrada influência que fui capaz de me lembrar dessa única declaração depois de 40 anos.”

Rabino Merav observou que muitos governos ao redor do mundo estão passando por crises de liderança: um golpe em Mynamar, Israel ainda sem um governo estável, um golpe recente que levou à prisão domiciliar de um príncipe jordaniano e a falta de fé nas eleições dos Estados Unidos, apenas para citar alguns.

“A pergunta ao Rabino Kaduri era sobre Mashiach (Messias), que incluirá o mundo inteiro, toda a humanidade. Portanto, a resposta em relação à crise de governo também foi universal, abrangendo toda a humanidade. Esta é também a mensagem do coronavírus que afetou toda a humanidade”.

“Como chegamos a tal condição”, Rabi Mereav perguntou, “O objetivo principal de todo político é permanecer no poder. Vai contra a natureza deles querer fazer uma segunda campanha. O que está acontecendo agora na política israelense não é apenas sem precedentes, é contra-intuitivo.”

“Há polarização sem solução à vista, não apenas em Israel, mas em muitos lugares ao redor do mundo. Todo mundo odeia todo mundo. Não há razão ou lógica para o que está acontecendo.”

TEMPO DE MUDANÇA

Rabino Merav enfatizou que tempos de limbo, quando o governo está em equilíbrio, são tempos em que grandes mudanças são possíveis.

“Isso é chamado na tradição judaica de Et Ratzon (tempo da vontade), quando os homens podem mudar de direção para seguir Hashem mais de perto. Este é um momento de arrependimento, cada um à sua maneira. Arrependimento não significa tornar-se repentinamente “religioso”. Se isso significa fumar 19 cigarros por dia em vez de 20, ou dar um dólar de caridade por dia, ou algo enorme como se abster de falar mal do próximo, cada passo em direção a Hashem traz a redenção mais perto, para o indivíduo e para o mundo inteiro. Vem da alma, cada homem à sua maneira.”

Depois de seu tempo com o Rabino Kaduri, o Rabino Merav continuou em seu serviço, tendo grande inspiração nos ensinamentos do Rabino Nachman de Breslov, um mestre hassídico do século 18 que enfatizava a fé e a meditação. O Rabino Kaduri faleceu em 2006 aos 108 anos, deixando o Rabino Merav ponderando o significado de sua mensagem enigmática. Por quarenta anos, a política em Israel seguiu seu curso natural.

Fonte: Breaking Israel News.

06 de abril de 2021.

Postagens Relacionadas

Deixe um comentário