Home Israel Relatório: Obama tentou dar as colinas de Golã à Síria

Relatório: Obama tentou dar as colinas de Golã à Síria

por Últimos Acontecimentos
152 Visualizações

Poucos meses antes da erupção da guerra civil síria em março de 2011, o governo Obama ofereceu ao regime de Assad uma retirada israelense das Colinas de Golã em troca do rompimento dos laços com o Irã e o Hezbollah, informou o jornal árabe com sede em Londres Asharq Al-Awsat Domingo.

De acordo com a reportagem, que foi retransmitida ao jornal por altos funcionários americanos e sírios que estavam envolvidos nas negociações na época, as negociações chegaram a um estágio avançado e as partes haviam até preparado um documento para assinatura.

As negociações envolveram o então enviado americano Frederic Hof, disse o jornal, junto com a ex-secretária de Estado Hillary Clinton.

Conforme declarado, as propostas no projeto de acordo incluíam Damasco abandonando as “relações militares” com Teerã e o Hezbollah em troca da retirada israelense de Golã em direção à fronteira de 4 de junho.

O Asharq Al-Awsat é um jornal de propriedade saudita e muitas vezes reflete a posição oficial do governo. É possível que o momento do relatório não seja coincidência e tenha a intenção de pressionar Washington no programa nuclear iraniano.

O relatório não foi confirmado por nenhuma fonte oficial nos Estados Unidos ou na Síria, mas de certa forma coincide com as afirmações feitas por outro ex-secretário de Estado dos EUA, John Kerry, em seu livro “Every Day Is Extra”.

A reunião final entre o presidente sírio Bashar Assad e Hof ocorreu em 28 de fevereiro de 2011, disse o relatório, no auge do levante da “Primavera Árabe” que já havia derrubado regimes na Líbia e no Egito e havia começado a se espalhar para Damasco.

Fonte: Breaking Israel News.

01 de março de 2021.

Postagens Relacionadas

Deixe um comentário