Home Arqueologia Bíblica Desenterradas no Irã ruínas de majestoso portal construído por Ciro, o Grande

Desenterradas no Irã ruínas de majestoso portal construído por Ciro, o Grande

autor: Últimos Acontecimentos

Equipe internacional de arqueólogos descobriu durante escavações nos arredores da antiga cidade de Persépolis, no sul do Irã, ruínas de portal monumental construído sob a ordem de Ciro, o Grande, fundador do Império Aquemênida de 550 a 330 a.C.

Das escavações, conduzidas por uma missão conjunta de arqueólogos iranianos, italianos e especialistas em patrimônio cultural, foram desenterrados fragmentos de um enorme portal que media 30 metros por 40 metros, de aproximadamente 12 metros de altura.

Os arqueólogos conseguiram provar que o rei Ciro, que governou entre os anos 559 e 530 a.C., ordenou a construção do portal perto de Persépolis e que esta estrutura magnífica foi usada durante o reinado de seu filho Cambises, que o sucedeu, escreve o jornal Tehran Times.

“O portal foi feito de tijolos e materiais de argila, e toda a parte exterior foi decorada com tijolos pintados. As partes inferiores e o plinto das paredes foram adornados com temas de flores de lótus. A parte principal e a fachada das paredes foram embelezadas com vários painéis coloridos de animais míticos, e símbolos de crença dos antigos iranianos, elamitas e mesopotâmios”, explicou arqueólogo iraniano Alireza Askari-Charoudi.

Recentemente no Irã foi descoberto em Tol-e Ajori, perto de Persépolis, um dos achados arqueológicos mais significativos e emocionantes – ruínas de um enorme portal construído por Ciro, o Grande. Teria sido semelhante ao Portal de Ishtar da Babilônia.

“Especialmente, a sala central tem inscrições em babilônico e elamita (escritura cuneiforme)”, acrescentou.

De acordo com o arqueólogo, a soma de documentos escritos, materiais de construção, motivos utilizados para decorar a fachada do edifício, e segundo o método de datação por carbono 14 (C-14) e outras evidências revelam que esta estrutura foi construída após 539 a.C. em honra da conquista da Babilônia por Ciro, o Grande.

Fonte: Sputnik.

12 de fevereiro de 2021.

Postagens Relacionadas

Deixe um Comentário