Home Israel Quase 25% dos crimes de ódio na Europa em 2019 tiveram judeus como alvo

Quase 25% dos crimes de ódio na Europa em 2019 tiveram judeus como alvo

autor: Últimos Acontecimentos

Incidentes anti-semitas foram responsáveis ​​por 25 por cento dos crimes de ódio registrados no ano passado na região pan-europeia, embora os judeus representem menos de 1% da população lá.

Os dados sobre crimes de ódio vêm de um relatório sobre 5.954 incidentes registrados na Europa, Rússia e Ásia Central pelo Escritório para Instituições Democráticas e Direitos Humanos (ODHIR) da Organização para a Segurança e Cooperação na Europa (OSCE), disse a ODHIR em seu relatório anual relatório publicado na semana passada. O relatório é baseado em dados transmitidos por governos e grupos de vigilância.

Do total de incidentes, 1.311 foram anti-semitas, de acordo com o relatório intitulado “2019 Hate Crime Data.”

O anti-semitismo foi a categoria com o segundo maior número de incidentes, depois dos 2.371 incidentes na categoria mais geral de Racismo e Xenofobia.

Aqueles direcionados por seu gênero ou orientação sexual (1.277 casos) constituíram o terceiro grupo mais alto, seguido por cristãos (573) e muçulmanos (507).

Em um incidente anti-semita registrado no relatório, uma mulher teve seu cabelo e chapéu puxados violentamente por trás enquanto falava hebraico no ônibus em Berlim, Alemanha.

Em outra, um muçulmano iraquiano vestindo uma kipá e carregando várias facas escondidas foi interceptado por guardas que tentavam entrar em uma sinagoga da Antuérpia em junho. O homem havia usado insultos anti-semitas contra os judeus antes do incidente.

O relatório afirma que seus números não são definitivos e podem, na verdade, ser inferiores ao número de crimes de ódio cometidos ou registrados na Europa.

Fonte: Times Of Israel.

25 de novembro de 2020.

Postagens Relacionadas

Deixe um Comentário